quinta-feira, 12 de junho de 2008

Eclipse Solar e Lunar, nos dias das festas judaicas.



Gênesis 1:14


E disse D'us: Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite; e sejam eles para SINAIS e para tempos determinados e para dias e anos.


1) Sinais (II Reis 20:8 e 9) Lucas 23:45 O sol escureceu e a cortina do Santuário se rasgou ao meio.

2)Tempos determinados : Cumprimento de Profecias (Josué 10:12,13).


3) Dias e anos. O calendário de dias e anos.



Entre 2014 e 2015 teremos 4 eclipse lunares totais nas festas judaicas e dois eclipses solares, um total e um parcial que cai no dia das festas judaicas, incluindo uma no Rosh Hashanah em 2015.

2008
é um ano sabático para o judeu na diáspora em todo o mundo e em Israel (ver Levítico 25:20,21) e 2015 menos 7 anos é 2008, existindo a possibilidade de que os 7 anos da grande tribulação comecem no verão em 30 de setembro de 2008! Em conseqüência disto, vemos notícias na internet da eminência de uma guerra possivelmente no Oriente Médio. Se isto for verdade, pode significar que o arrebatamento da igreja literalmente está as portas no fim da tribulação daqueles dias!

Estejamos preparados então! Não devemos dormir e ficar sem óleo nas nossas lâmpadas. Enchei-vos do Espírito Santo pois o Senhor Jesus Cristo exortou, Vigiai e Orai!

Clique nos links abaixo nos itens 1, 1A,1B:

Eclipse da lua na Independência do Estado de Israel em 1948 (ano judaico de 5708-5709):


1) Eclipses Lunares:1941 - 1950
A) Calendário Judaico 5709 (ano Hebreu)
B) Calendário Judaico



Aqui neste link acima você coloca o ano judaico de 5708 (1948) e verá que o link dois eclipses da lua nestes dias do ano da Independência do Estado de Israel, caiu nas seguintes datas no calendário judaico e nas datas de suas respectivas festas judaicas!


24 de abril no calendário judaico de 5708 (1948) foi um dia de Pesach, no dia 23 de abril do calendário gregoriano houve um eclipse parcial da lua neste dia, no calendário judaico mostrava este dia 24 um eclipse da lua parcial na Ásia as 00:38 como sendo o dia 24 de abril um Pesach (Páscoa) -
(Clique aqui) e também (Clique aqui para ver as datas correlatas do calendário gregoriano e o judaico) veja, abaixo temos o dia 23 de abril no calendário gregoriano e em cima na tabela que corresponde o dia judaico de 24 de abril (Iyar) embaixo na tabela e você pode confirmar que no dia 24 do ano judaico de 5708, dia do eclipse da lua parcial, houve um Pesach.


No dia de 14 de abril de 5709 (1949) tivemos um Pesach (Páscoa) e neste dia tivemos um eclipse total da lua em 13 de abril de 1949
e este dia caiu no calendário judaico de 14 de abril
(Clique aqui) coloque Hebrew Calendar e ano de 5709).

E (Clique aqui para ver as datas correlatas do calendário gregoriano e o judaico deste dia).



O que aconteceu neste ano.


David Ben Gurion publicly pronouncing the Declaration of the State of Israel, Tel Aviv, Israel - Iyar 5, 5708 (May 14, 1948).



"Declaramos que, vigorando a partir do término do Mandato Britânico a esta noite, véspera de Shabbath, 5 de Iyar de 5708 (14 de maio de 1948), até o estabelecimento das autoridades eleitas, regulares do Estado em acordo com a Constituição que será adotada pela Assembléia Constituinte Eleita no mais tardar em 1o. de outubro de 1948"...
(Guerra da Independência) Assim, em 15 de maio de 1948, logo após a saída dos britânicos e um dia depois da criação do Estado de Israel, os exércitos regulares do Egito, Jordânia, Síria, Líbano e Iraque invadiram o país, forçando Israel a defender a soberania que acabara de reconquistar na sua pátria ancestral.

Os judeus depois de 1967 anos d.C., tomam a cidade de Jerusalém da Jordânia e faz dela capital de Israel.


Um eclipse da lua ocorreu numa festa judaica, ano da Guerra de Seis Dias em 1967 em Israel (ano judaico de 5727).

1) Guerra dos seis dias

2) Eclipses Lunares:1961 - 1970

B) 5727 (ano Hebreu)


24 de abril de 1967, tivemos um eclipse total da lua sobre a Ásia as 03:23, este dia caiu no dia no calendário judaico como um Pesach (Páscoa) no dia 15 de Nisan (clique aqui e coloque, Hebrew Calendar e ano de 5727).

18 de outubro de 1967, tivemos um
eclipse total da lua sobre a Ásia as 03:39 no dia 15 Tishri 5728 na festa dos Tabernáculos (Sukkot) que caiu no calendário gregoriano em 10 de outubro de 1967 (clique aqui e coloque Hebrew Calendar e ano de 5728).


06 de outubro de 1968 tivemos um
eclipse total da lua sobre a Ásia, um dia depois caiu o dia 15 Tishri ano judaico de 5729 caiu no dia da festa de Tabernáculos (Sukkot) (Tabernáculo ou festas das Cabanas - [ver Zacarias 14:16] ou no dia 7 Outubro na data do calendário gregoriano 1968. (Clique aqui aqui e coloque Hebrew Calendar e ano judaico de 5729).



Em 5 de junho de 1967, tem início da Guerra dos Seis Dias. Os israelenses, com o auxílio logístico dos EUA, atacaram de surpresa o Egito, a Síria e a Jordânia, que preparavam uma ofensiva conjunta contra Israel. Após a vitória, os israelenses anexaram a península do Sinai, a Faixa de Gaza, a Cisjordânia e as Colinas do Golã. (
Clique aqui).




-------------------------------------

3) Eclipses Lunares : 2011 - 2020
C) 5774 (ano Hebreu)


Como devemos saber, em 29 a 30 de setembro de 2008 no calendário gregoriano, começa um ano sabático no calendário judaico, e a partir deste, um novo ciclo sabático de sete anos começará para os judeus, conforme o livro de Levítico (Levítico 25:20,21). Este ciclo continuará por sete anos e concluirá com um outro ano sabático entre setembro de 2014 e terminando em setembro de 2015. Ao contrário do ocidente onde o ano novo acontece na virada do ano no fim de dezembro, o ano novo começa em Israel geralmente no mês de setembro, no Rosh Hashanah, onde é tocado o shofar anunciando assim o ano novo que se começa em Israel.


Joel 2:31 - Ver Atos 2:20.

31 O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do SENHOR. E há de ser que todo aquele que invocar o nome do SENHOR será salvo.


Eclipse lunar total as vezes se produz uma lua cor de sangue, como se vê numa foto tirada por astrônomos.


Um fenômeno astronômico chamado de "
tetrad" que é uma rara ocorrência de quatro luas vermelhas acontecerá em 2014 e 2015, sendo uma raridade histórica que estas luas vermelhas aparecerem num mesmo ano, mas o que é mais interessante de se notar é que estas luas vermelhas, ocontecerão nos dias das festas judaicas no calendário judaico!


http://eclipse.gsfc.nasa.gov/LEcat/LE2001-2100.html


Tetrad (Four Consecutive Total Eclipses): 2014 - 2015

Total Lunar Eclipse: 2015 Apr 04 Duration = 00h11m56s


Um pastor evangélico (de um ministério tradicional evangélico, voltando para o estudo da Torá) descobriu nos EUA, que o último fenômeno da lua vermelha aconteceu em 1967, ano da milagrosa guerra de seis dias, quando foi capturado o monte do Templo em Jerusalém. Também ocorreu um fenômeno igual antes de Israel se tornar uma nação em 1948. Todos estes fenômenos são históricos e verdadeiros, cujos dados astronômicos estão registrados. Isto é extremamente significante.


http://eclipse.gsfc.nasa.gov/LEcat/LE2001-2100.html



Atos 2:20,21

20 O sol se converterá em trevas, E a lua em sangue, Antes de chegar o grande e glorioso dia do Senhor; 21 E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.

Apocalipse 6:12,13,

E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue; E as estrelas do céu caíram sobre a terra, como quando a figueira lança de si os seus figos verdes, abalada por um vento forte.



"O que é importante de se verificar e que, mesmo antes de 1967, foram vistas "quatro luas vermelhas" "tetrad" luas como cor de sangue nas festas judaicas depois que Israel se tornou uma nação em 1948. Foi o que aconteceu em 1949 e novamente em 1950 ... Um "tetrad" aconteceu no Pesach (Páscoa) e o outro na festa dos tabernáculos (ou Sukkot).

Não tivemos nenhum outro fato astronômico chamado de "tetrad", no ano de 1800, a 1700, ou 1600. No ano de 1500, houve seis "tetrad", mas nenhum desses "tetrad" caiu na Páscoa ou no Sukkot.


Também é bom lembrar que a 70a. semana prevista pelo profeta Daniel, será um ciclo sabático de sete anos. Os estudiosos das profecias bíblica têm relacionado há muito tempo a 70a.semana de Daniel como o período da grande tribulação de 7 anos, mas que na realidade este tempo de grande tribulação vai ser curto, em três anos e meio ou quarenta e dois meses, assim como é apresentado no livro de Apocalipse 13:5 e o Senhor Jesus Cristo prometeu que estes dias seriam abreviados, por causa dos escolhidos (Mateus 24:22).


É importante saber que o nosso Senhor Jesus Cristo anunciou que logo depois da tribulação daqueles dias, o sol escurecerá e a lua não dará a sua luz (Mat.24:29), e assim encontrar eclipses solares e lunares nos próximos anos todos eles caindo nas festas judaicas, pode ser bem FÁCIL como bem atesta o site da NASA e procurando no calendário judaico!


Para nossa surpresa, encontramos quatro eclipses lunares e dois eclipses solares começando no ano sabáticos de setembro de 2014 e em setembro de 2015. Também pode ser observado na tabela da Nasa, que que estes fenômenos (lunar e solar) todos aparecem em dias festivos do calendário judaicos!


Eclipses lunares.

Os quatro eclipses lunares ocorrerão: Um eclipse total da lua no Pesach judaico (Páscoa) que está programado no calendário judaico para 15 Nisan 5774 ou no ano gregoriano de 15 de abril de 2014; um eclipse total da lua no dia da festa dos Tabernáculos (sukkot), 15 Tishri 5775 ou em 8 de outubro de 2014; Um Eclipse Total da lua na Páscoa judaica em 15 Nisan 5775 ou no calendário gregoriano em 4 de abril de 2015; um eclipse total da lua na festa dos Tabernáculos (sukkot), ou no calendário gregoriano 28 de setembro de 2015. (Para ver o calendário e as respectivas festas clique aqui).


Link da Nasa de previsão de Eclipse Lunar, clique aqui.






Eclipses solares.

Além do que dos quatro eclipses lunares em 2014-15, o pastor igualmente encontrou dois eclipses solares. Ocorrerá um eclipse total do sol em 29 de Adar/ 01 de Nisan (20 de março de 2015) ou em 15 dias depois no dia 15 de Nisan, cai o Pesach judaico (Páscoa).


http://en.wikipedia.org/wiki/5775_%28Hebrew_year%29#Calendar

http://data.jewishgen.org/wconnect/wc.dll?jg~jgsys~josfest


http://br.geocities.com/elysilva2005/shofar3.jpg
Rosh Hashanah


Outro eclipse solar parcial na festa das trombetas (Rosh Hashanah) 29 de Elul a 1 Tishri 5776, ou em 13 de setembro de 2015


http://eclipse.gsfc.nasa.gov/SEcat/SEdecade2011.html http://standeyo.com/News_Files/Inspire/Jewish_calendar.html


Isto é algo incomum! É uma ocorrência rara que quatro ciclos lunares totais aconteçam na páscoa judaica e na festa de tabernáculos dos anos 2014, e repetindo-se nos mesmos dias das mesmas festas judaica do ano seguinte de 2015. Esta coincidência não acontecerá outra vez em centenas de anos! Entretanto foi encontrado somente quatro eclipse lunares nestes dias de festas, no século 20, não uma vez mas duas vezes!


O primeiro evento, um eclipse lunar ocorreu durante as festas judaicas do anos 1949 - 1950 que foi o período em que se deu a Independência do Estado de Israel! O segundo eclipse lunar aconteceu em 1967 - 1968, tal fenômeno é algo impossível, a menos se for cronologicamente posto por um projeto divino. Olhando para anos anteriores, foi observado que a última vez que estes quatro eclipses ocorreram na páscoa e igualmente no mesmo ano na festa dos tabernáculos, foi em 1493, ano que Colombo navegou no oceano azul e os judeus foram expulsos da Espanha.


Assim, será que D'us tem algo a dizer aos judeus com estes eclipses lunares nos anos de 1949 e 1967? E como nós poderemos vigiar os próximos sete anos, precisamos saber, o que D'us quer dizer para Israel com estes próximos eclipses lunares caindo em ordem cronológica em consonância com as festas bíblicas judaicas? É possível que estes fenômenos "sejam cumprimento das profecias bíblicas?"

Ao verificar o calendário de eclipses solares da Nasa, podemos encontrar dois eclipses - um eclipse solar no primeiro dia do ano novo judaico Rosh Hashanah, o primeiro dia do sétimo mês do calendário judaico. Ambos estes acontecerão em Rosh Hashanah 2014 e 2015.

Então um ano religioso judaico (ver Levítico 25:20,21) começa com um eclipse solar total 01 de Nisan (20 de março de 2015) e duas semanas mais tarde um eclipse lunar na páscoa em 4 de abril de 2015 vindo posteriormente um outro eclipse total com a lua vermelha como sangue no dia da festa do sukkot 28 de setembro de 2015.

Estas duas datas são completamente significativas porque são dias especiais no calendário judaico. Por exemplo, em 01 de Nisan, é o primeiro dia do aniversário do êxodo, que Moshe (Moisés) levantou o tabernáculo pela primeira vez e a glória de D'us desceu. Duas semanas mais tarde, os hebreus observariam o seu primeiro Pentecostes depois do êxodo.

1 de Nisan marca o começo do ciclo do festival religioso. Seis meses mais tarde, em 1 Tishri (setembro), os judeus observam Rosh Hashanah, a festa das trombetas. Este dia é altamente profético, porque seria o aniversário da criação de Adão. E, mesmo que seja um cumprimento judaico, pode ser um fenômeno profético significativo como um dia para as nações gentílicas.

Pode vir a ser o dia em que D'us se sentará em seu trono do julgamento com o livro em sua mão. Isso é quando começará o julgamento do mundo.

Um eclipse solar em Rosh Hashanah não poderia ser um sinal que precede a segunda vinda de Cristo com poder e grande glória para cumprir a descrição bíblica de Mateus 24:29?

Enfatizamos aqui que estas observações são meramente especulativas, não devendo ser tomadas como uma afirmação ou profecia do dia e a hora do retorno de Cristo, o qual sabemos pelas Escrituras que o saber de tais tempos é exclusivo do Senhor. Porem, você deve se lembrar do dito do Senhor Jesus Cristo que afirmou que se você não vigiar, você não saberá a hora que Ele há de vir (Apocalipse 3:3) e Paulo confirma que nós que somos irmãos, não estamos em trevas, para que aquele dia nos surpreenda como um ladrão.

Apocalipse 3:3

3 Lembra-te, pois, do que tens recebido e ouvido, e guarda-o, e arrepende-te. E, se não vigiares, virei sobre ti como um ladrão, e não saberás a que hora sobre ti virei.

I Tess. 5:4

4 Mas vós, irmãos, já não estais em trevas, para que aquele dia vos surpreenda como um ladrão; 5 Porque todos vós sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite nem das trevas.

Mateus 24:37

37 E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem.

Gênesis 7:1

Depois disse o SENHOR a Noé: Entra tu e toda a tua casa na arca, porque tenho visto que és justo diante de mim nesta geração.

Lucas 17:28

Como também da mesma maneira aconteceu nos dias de Ló: Comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam; Mas no dia em que Ló saiu de Sodoma choveu do céu fogo e enxofre, e os consumiu a todos. Assim será no dia em que o Filho do homem se há de manifestar.


O eclipse solar este ano.


Acontecerá ainda neste verão, sendo o primeiro de três eclipses solares que antecedem o primeiro dia judaico do mês de AV, lá será o primeiro de três eclipses solares que se inicia os primeiros dias de AV ( 1 de agosto) de 2008. Isto é correto, todos os três eclipses solares realizar-se-á nas datas bíblicas de 1 de AV nos próximos três anos -- 2008, 2009, e 2010. Nas nossas datas
do calendário gregoriano são:

1 de AV - 1 de agosto de 2008 - eclipse parcial
1 de AV - 22 de julho de 2009 - eclipse parcial
1 de AV - 11 de julho de 2010 - eclipse parcial

No calendário judaico do dia 1 de AV é o dia, que os judeus se lamentam pela destruição do Templo em Jerusalém e a história mostra que Moshe encontrou os hebreus no dia 17 de Tammuz, adorando ao bezerro de ouro. Entretanto, três semanas depois do dia 17 de Tammuz para o dia 9 de AV, são conhecidos como dias de lamentações. É a época mais dolorosa do ano para judeus. De 1 a 9 de AV , nenhum banho é permitido; nenhun conforto; nenhuma roupa limpa; o judeu retira seus sapatos e lê livros de lamentações fazendo jejum.

Entretanto, virá um tempo que D'us vai inverter os dias de lamentações em dias de festas! Como é dito em Zacarias:

Zacarias 8:19

19 Assim diz o SENHOR dos Exércitos: O jejum do quarto mês [Tammuz 17], o jejum do quinto [9 de AV], e o jejum do sétimo, e o jejum do décimo mês será para a casa de Judá gozo, alegria, e festividades solenes; amai, pois, a verdade e a paz.

Parece que os eclipses solares a partir de 1 de AV, podem vir a significar mudança no curso da história, pois os eclipses são sinais para as nações gentílicas que usam o calendário solar, visto que os eclipses lunares são sinais para Israel, conseqüentemente, se poderia supor que um eclipse solar nestes dias, poderia ser um sinal do julgamento das nações. Haverá uma guerra em Israel neste verão?




Predições sobre o Sol e a Lua na Bíblia.

Agora vamos dar uma olhada em qual local da Bíblia, que diz que o sol vai escurecer e a lua não dará a sua luz ou ficará vermelha como a cor do sangue. Antes de mais nada, Isaías escreveu:

"Eis que vem o dia do SENHOR, horrendo, com furor e ira ardente, para pór a terra em assolação, e dela destruir os pecadores.Porque as estrelas dos céus e as suas constelações não darão a sua luz; o sol se escurecerá ao nascer, e a lua não resplandecerá com a sua luz. E visitarei sobre o mundo a maldade, e sobre os ímpios a sua iniqüidade; e farei cessar a arrogância dos atrevidos, e abaterei a soberba dos tiranos.” (Isaías 13:9-11).

A nós é dito que ocorrerá no “dia do SENHOR.” Este dia é o tempo em que D'us punirá as nações gentílicas por sua perversidade. O texto parece não se referir aos que lutam na vida diária, mas sim aos perversos, e parece se referir as nações que tentarão destruir Israel, além disso Isaías 24:23 diz:

23 E a lua se envergonhará, e o sol se confundirá quando o SENHOR dos Exércitos reinar no monte Sião e em Jerusalém, e perante os seus anciãos gloriosamente.


Parece que o sol ou a lua tem uma certa consciência definida no texto. As referências de que esta lua se envergonhará e o sol se confundirá podem ser uma condição metafórica da condição do homem na terra. O escurecimento do sol e da lua nos dias de festas judaicas, podem ser conseqüentemente sinais da conduta decadente do homem. Esta condição prevalecerá na altura do retorno do Senhor Jesus Cristo para julgar os ímpios e restabelecer o seu reino em Israel? Isaías é o primeiro profeta a descrever sobre os eclipses solares e lunares, mas nas passagens de Joel, esta passagens são mais amplamente citadas. Joel 2:10,11,30,31 escreveu:

Diante dele tremerá a terra, abalar-se-äo os céus; o sol e a lua se enegrecerão, e as estrelas retirarão o seu resplendor. E o SENHOR levantará a sua voz diante do seu exército; porque muitíssimo grande é o seu arraial; porque poderoso é, executando a sua palavra; porque o dia do SENHOR é grande e mui terrível, e quem o poderá suportar?

Além disso, Joel diz:

E mostrarei prodígios no céu, e na terra, sangue e fogo, e colunas de fumaça.
O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do SENHOR. E há de ser que todo aquele que invocar o nome do SENHOR será salvo; porque no monte Sião e em Jerusalém haverá livramento, assim como disse o SENHOR, e entre os sobreviventes, aqueles que o SENHOR chamar.

Finalmente Joel 3:14,15 diz:

14 Multidões, multidões no vale da decisão; porque o dia do SENHOR está perto, no vale da decisão. O sol e a lua enegrecerão, e as estrelas retirarão o seu resplendor.

Isaías e Joel são os únicos profetas do Tanach que mencionaram o fenômeno solar e lunar que ocorrerá no dia do SENHOR. Em cada caso, entretanto, é aparente que estes eventos juntos, estejam se referindo ao que precederá o reino messiânico em Israel Atos 1:6 prometido aos apóstolos pelo Senhor Jesus?


Joel adiciona terremotos, sangue, fogo e colunas de fumo. É possível que o profeta esteja descrevendo aqui as batalhas que atendem ao período da grande tribulação, especialmente a batalha final do Armagedon.


Passagens no Novo Testamento (Brit Chadasha).

No Novo Testamento, no evangelho de Mateus 24:29,30 o nosso Senhor Jesus Cristo de Nazaré disse:

E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas. Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória. E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus. Aprendei, pois, esta parábola da figueira: Quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão.Igualmente, quando virdes todas estas coisas, sabei que ele está próximo, às portas.

Em seu discurso no jardim das oliveiras, Jesus descreveu seu aparecimento glorioso no fim do período conhecido como "a grande tribulação". Pode-se supor que (é somente uma suposição) o escurecimento do sol e da lua poderia se tratar de eclipses. As estrelas que caem do céu podiam ser mísseis usados na guerra. Os poderes dos céus que estão sendo abalados podiam referir a muitas explosões nucleares em torno do mundo, interrompendo a atmosfera. O “sinal” do filho do homem, podia ser a Sua aparência real “nas nuvens do céu”. As nuvens podem ser uma descrição antiga de veículos celestiais, visão relatada por Ezequiel, ou um pouco do que as nuvens o são. Conseqüentemente, eu penso que o termo “nuvens” está usado para descrever algo que voa no céu.

OBS de Elysilva: A palavra AFLIÇÃO aqui é a palavra grega THLIPSIS que aparece traduzida em vários outro texto como TRIBULAÇÃO. Ex. Mc.4:17 Mas, não têm raiz em si mesmos, antes são temporãos; depois, sobrevindo tribulação ou perseguição, por causa da palavra, logo se escandalizam.( ver no grego a palavra THLIPSIS traduzida aqui como TRIBULAÇÃO ao invés de AFLIÇÃO = Ap. 2:9 - Ap:2:22 - Ap.7:14 - 2Cor.1:4 - 2Cor.1:8 - 2Cor.8:2 - 1Tess.1:6 - II Tess 1:6 - Mc 13:13 - Atos 7:11).

No evangelho de Marcos 13:24 repete o Salvador:

Ora, naqueles dias, depois daquela aflição (THLIPSIS = TRIBULAÇÃO), o sol se escurecerá, e a lua não dará a sua luz.E as estrelas cairão do céu, e as forças que estão nos céus serão abaladas. E então verão o vir o Filho do homem nas nuvens, com grande poder e glória. E ele enviará os seus anjos, e ajuntará os seus escolhidos, desde os quatro ventos, da extremidade da terra até a extremidade do céu.....é como se um homem, partindo para fora da terra, deixasse a sua casa, e desse autoridade aos seus servos, e a cada um a sua obra, e mandasse ao porteiro que vigiasse. Vigiai, pois, porque não sabeis quando virá o senhor da casa; se à tarde, se à meia-noite, se ao cantar do galo, se pela manhã, Para que, vindo de improviso, não vos ache dormindo.

E as coisas que vos digo, digo-as a todos: Vigiai.


Lucas 21:25 igualmente relata esta ocasião:

E haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na terra angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas.


Lucas 21:25, E nas estrelas: Tiro de feixe de raio de uma galácia para outra observado pela astronomia.


Lucas 21:25...em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas.


Homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo; porquanto as virtudes do céu serão abaladas. E então verão vir o Filho do homem numa nuvem, com poder e grande glória. Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima.

No dia de Pentecostes, Pedro em Atos 2:20,21 havia citado a profecia de Joel:

O sol se converterá em trevas, E a lua em sangue, Antes de chegar o grande e glorioso dia do Senhor; E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.


No livro do apocalipse 6:12,13, João aplicou isto em cima desta profecia:

E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue; E as estrelas do céu caíram sobre a terra, como quando a figueira lança de si os seus figos verdes, abalada por um vento forte.

Apocalipse 8:12:

E o quarto anjo tocou a sua trombeta, e foi ferida a terça parte do sol, e a terça parte da lua, e a terça parte das estrelas; para que a terça parte deles se escurecesse, e a terça parte do dia não brilhasse, e semelhantemente a noite.

A idéia que um terço do sol ferida pode ser uma referência a um eclipse parcial, similar a esse que ocorrerá em Rosh Hashanah no ano judaico 5775 -- 13 de setembro de 2015.

Estas são as passagens bíblicas que tratam o assunto. Nós não podemos dizer-lhe com certeza que os eclipses solares e lunares que ocorrerão em 2008, em 2009, em 2010, em 2014, e em 2015 são o cumprimento das profecias bíblicas, mas estes eventos são bem fascinantes o bastante para que não se deixar de lado e não dar um aviso de um alarme, mas nós dissemos que devemos vigiar os eventos celestiais, assim como o nosso Senhor Jesus nos advertiu a ficarmos alertas aos fatos que ocorrerão a partir deste.

Ao contrário de muitas destas descobertas, estas podem ser facilmente verificadas na própria internet. Aqui, eu forneci os links de indicações para cada período de tempo, de 1949, de 1967 e de 2014-2015, assim como links que mostram o calendário judaico nestas datas e os links da Nasa dos dados astronômicos. Na ligação judaica do calendário você precisará seguir as setas na página para ir adiante ao próximo ano - cada agrupamento de quatro eclipses totais cobre três anos civis judaicos. Eclipses lunares e as respectivas festas judaicas:


-------------------------------------------------------------------

Muitos pensam sugerir que a volta de Jesus será uma surpresa completa, ou pelo menos não especificamente conhecida.

No capítulo de Mateus 25 apresenta uma parábola onde Jesus compara Seu reino com a chegada do noivo e as dez virgens que esperam a chegada deste noivo.

Jesus disse , Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir.(Mateus 25:13).


Examinemos a citação no contexto apropriado.


"Quando Ele diz que não sabeis o dia nem a hora, Ele está falando para as 5 virgens loucas e não para as 5 virgens prudentes!

"Quando Ele (Jesus) diz que você não sabe o dia ou a hora, Ele pode está dizendo que a sua vinda pode ocorrer numa das Festa judaicas. Por exemplo, a festa das trombetas (Rosh Hashanah) era conhecida como a festa onde ninguém sabia o dia ou a hora que iria começar". "Portanto, é mais ou menos como se eu lhe disse," Não vou dizer a você quando estou chegando, mas...observe os sinais nos céus..."

Apesar desta informação sugerindo que o ano de 2015 poderia ser um momento crucial para a humanidade "Não sabemos que esse ano será o ano da conclusão do período da tribulação --- portanto, não estamos determinando aqui uma data e dizer isto é um aviso preciso. Apenas alertamos sobre uma possibilidade para ficarmos alerta e vigiar!

Quando eu falo sobre a Segunda Vinda do Senhor Jesus, não me refiro ao dia e a hora do arrebatamento da igreja, mas sim ao pisar dos pés do Messias, no monte das Oliveiras, conforme está escrito em Zacarias 14. Não estou aqui fixando datas para o arrebatamento da igreja. As datas que foram colocadas aqui são as datas que a Nasa nos fornece como científicas para os eclipses solares e lunares que ocorrerão, e as datas das festas judaicas que Ele, D'us instituiu na Torá, e que estão fixadas no calendário judaico moderno em Israel e através da internet. O que fizemos aqui foi somente uma suposição entre estas datas eclipse/festas judaicas, que se parecem se conectar por determinação divina nestes anos e dias. Você pode dizer o que quiser segundo o conhecimento de sua própria teologia com esta informação. Com muito humor, eu digo, "Coloque-a na sua teologia e no seu ponto de vista!".

Eu disse, e voltarei a repetir. Se estes eclipses em 2015 são o que o Senhor estava se referindo no seu evangelho, então 2015 seria mais ou menos o ano da vinda (parousia) onde seus pés fincarão na terra e sobre o monte das Oliveiras no qual o monte se rachará no meio do oriente para o ocidente.

E, se isto for verdade, então a grande tribulação poderia ou não começar neste verão de 2008, na Festa de Trombetas (Rosh Hashanah) , (o que tecnicamente é impossível de se acertar o dia e a hora, pois 2 dias divinos são um períodos muito longo de tempo para o raciocínio humano (porque um dia para D'us e igual a mil anos e mil anos como um dia).

IIPedro 3:8,8,10):

8 Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia. O Senhor näo retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longánimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se. Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão. Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade, Aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus (o Dia do Senhor), em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão? Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça. Por isso, amados, aguardando estas coisas, procurai que dele sejais achados imaculados e

Mateus 24:36 36 Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, mas unicamente meu Pai. E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem.

Como foi nos dias de Noé então?

Gênesis:7:11,13

No ano seiscentos da vida de Noé, no mês segundo, aos dezessete dias do mês, naquele mesmo dia se romperam todas as fontes do grande abismo, e as janelas dos céus se abriram, E houve chuva sobre a terra quarenta dias e quarenta noites.E no mesmo dia entraram na arca Noé, seus filhos Sem, Cão e Jafé, sua mulher e as mulheres de seus filhos.

Mateus 24:30

38 Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem. Então, estando dois no campo, será levado um, e deixado o outro; Estando duas moendo no moinho, será levada uma, e deixada outra. Vigiai, pois, porque näo sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor.

Então Noé foi retirado já no fim dos sete anos, (ou no fim dos sete dias) antes do dilúvio ocorrer! Então se o Senhor Jesus diz que assim será igualmente no fins dos dias, o último dia depois da tribulação daqueles dias, já as portas!

Na luz de todos os eventos em curso profético eu diria que é provável, mas eu não estou dizendo acertadamente este fato. No que se refere ao dia e a hora do arrebatamento ninguém sabe, mais se você for um pre-tribulacionista, 2008 poderia ser interessante para que você comece a se preparar para partir, se você for da teologia mid-tribulacionista, 2012 poderia ser interessante, se você for da teologia da pre-ira então talvez 2014 seria interessante, e se você é um pos-tribulacionista assim como nós deste Blog, setembro de 2015 poderia ser interessante e se você for amilenista, apenas se sente para assistir o espetáculo de camarote!



2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015

Para saber mais: Dia e ano do calendário judaico e gregoriano, que vão cair as festas judaicas, Clique aqui.

Para saber mais sobre os eventos escatológicos dos últimos dias, acesse o site:

http://www.projetoomega.com/home.htm


---------------------------------------

Proibida a reprodução parcial ou total, mecânica ou eletrônica desta matéria, sem autorização por escrito para o email apologeticos@gmail.com.

Se for publicar no seu site não modifique o texto e pedimos que coloque um link no seu site para este Blog. Muito grato!

Atenciosamente,

Elysilva & Daniel.



Eclipses Lunares e Solar - Parte 2!




Nenhum comentário:

Postar um comentário